Trabalha como enfermeiro/a na Noruega

Decidiste estudar enfermagem para ajudar as outras pessoas e sabes que a tu profissão não tem fronteiras. Graças a isso, adquiriste os conhecimentos e habilidades e queres continuar a apredender e a desenvolveres-te. Trabalhar na Noruega como enfermeiro/a pode ser o teu passo seguinte.

Terás um bom salário, um contrato efetivo de trabalho, uma casa e uma infinidades de regalias. Para trabalhar como enfermeiro/a na Noruega, precisarás de te esforçar e investir algum tempo a aprende um novo idioma, e integrar-te numa das sociedades mais avançadas e desenvolvidas do mundo.

A Noruega tem um lugar para ti. Tens coragem de arriscar em viver esta aventura?

Quero inscrever-me

Benefícios de trabalhar como enfermeiro/a na Noruega

A Garantia de Formação Global Working garante que 100% das pessoas que realizam o progrma de idiomas atinjam o nível de idioma necessário.

A Garantia de Trabalho Global Working  garante que 100% das pessoas que atingem o nível de idioma trabalhem na Noruega.

Em que te ajuda a Global Working?

Quero inscrever-me
Red Global Working de centros de trabajo en Noruega

Na Global Woking sempre predominou uma filosofia  nas diferentes áreas de trabalho, de esforço em oferecer o serviço com a maior qualidade, tanto para os enfermeiro/as como as as agências Norueguesas de Saúde. Esta filosofia de qualidade conseguiu com que a GW seja hoje uma referência no setor de Saúde Norueguês e permitiu-nos desenvolver a uma rede de agências e centros de saúde pública, espalhados pela Noruega, para enfermeiros mesmo sem experiência. Isto permitirá com que trabalhes em Centros de dia, residências, apoio ao domicílio e hospitais.

Esta rede construi-se depois de avaliar as condições que oferecem as principais agências do setor, e colaboramos apenas com as que proporcinam o maios nível de confiança para os nossos enfermeiros/as. Garantimos o cumpriemtnos dos contratos coletivos de trabalho, aceitação no sindacato norueguês de enfermagem e a oferecer um serviço personalizado aos nossos enfermeiros/as.

Somos  única empresa que oferece aos nossos enfermeiros/as a oportuinidade de trabalhar no Serviço Público de Saúde da Noruega, tanto através das agências como através de municípios (o equivalente a ter um contrato diretamente com o hospital ou outra instituição pública).

Na Global Working selecionamos mais de 1000 pessoas para trabalhar na Noruega, em mais de 100 localidades diferentes. Na imagem acima será possível veres esta informação.

Como é o programa de formação e de desenvolvimento de talento?

Un dos benefícios inclui a nossa oferta de emprego é a possibilidade de participar num programa de formação e desenvolvimento de talento, desenhado e adaptado ao perfil de enfermeiros/as. Através desta formação, vais adquirir todos os conhecimentos e competências necesárias para que possas exercer a profissão de enfermeiro/a no Sistema Público de Saúde Norueguês de forma competente e com sucesso.

Este programa tem todas as dimensões necessárias para conseguires uma integração positiva na Noruega, tanto a nível pessoal como profissional. Para isso, os candidatos que passem pela fase de seleção, participarão numa formação com diversos módulos e seesões formaivas relacionadas com a língua Norueguesa, conhecimento sobre a cultura, vocabulário técnico e mais específico de enfermagem, etc.

A longo do nosso Programa, conhecerás diferentes tipos de profissionais, desde o professora especialista no idioma de noruego, consultoires responsáveis pela gestão do processo e todas a equipa especilista na Seleção e desenvolvimento de talento da Global Working.

Gracas a estes programa, mais de 1000 enfermeiras e enfermeiros europeus, já tiveram a oportunidade de trabalhar na sua área profissional – enfermagem. Tu podes ser o próximo!

Processo de seleção

1

Envia-nos o teu cúrriculo

Manda o teu cúrriculo atualizado para jobs@globalworking.net ou através do nosso formulário.

Enviar CV

Entrevista Telefónica

Se o teu perfil for interessante, a Global Working entrará em contacto contigo para ter a certeza que estás disponível, interessado e motivado para ir trabalhar para a Noruega.

Entrevista Final

Se és a pessoa que procuramos, realizaremos uma segunda entrevista presencial ou por Skype. Será em português, com algumas questões em inglês para perceber se dominas um pouco a língua.

A Enfermagem na Noruega

Na Noruega encaram as pessoas como um ser biopsicossocial, ou seja, os fatores biológicos, psicológicos e sociais desempenham um palpel sigificativo no dia-a-dia de uma enfermeira. Por este motivo, os participantes são transferidos desde o hospital a suas casas ou às chamadas “cuidados ao domícilio”. Alí os especialistas dão seguimento ao trabalho dos enfermeiros.

Se o paciente for transferido para sua casa, é lhe dado todo o equipamento necessário de forma gratuita e é lhe atriuido uma equipa de cuidados, dependendo das necessidades que precisa.

As “Nursing Home” são residências em que se encontram pessoas que necessitam cuidados continuados e que, geralmente, têm dificuldades para realizar as atividades básicas diáras. Nestes centros os pacientes têm o seu espaço individual e têm atendimento por parte de enfermeiros e auxiliares de saúde 24 horas por dia. A mair parte dos pacientes são pessoas séniores, porém também pessoas com necessidades especias podem fazer uso destes espaços como por exemplo pessoas que sofrem de Alzheimer, que necessitam terapia física, ocupacional ou estão num processo de reabilitação.

Esta metodologia no tratamento de pacientes é a razão pela qual o estado Noruguês não conseguia dar resposta a todos, e exista uma procura de trabalhadores nesta área, enfermagem na Noruega, por meio de empresas de serviço pessoal.

Este aumento de vagas existe, principalmente, na enfermagem domiciliária, lares de idosos e centro de dia. Neste sentido, enfermeiros europeus que venham para a Noruga, com nível inferior a C1 de Noruego, mesmo sem experiência, terão acesso a este tipo de oportunidades.

A enfermagem na Noruega têm uma vertente social muito desenvolvida. Ainda que exista uma figura de auxiliar que apoia o enfermeiro/a, é o próprio enfermeiro que faz alguns dos trabalhos técnicos, nao havendo uma delimitação entre as duas funções muito acentudada. Nesse sentido, o tratamento que realizam é feito de uma forma mais integral, dedicam mais tempo a cada paciente, desenvolvendo assim mais a vertente social e de assistência dos profissionais.

Vais realizar tarefas mais específicas e técnicas de enfermermage como colocar catéteres, recolher sangue, medir tensões e adminstrar medicação, mas também de assistência ao paciente, como dar as refeiçoes, acompanhá-los em passeios… Não significa que vás trabalhar como auxiliar de enfermagem. O teu contrato de trabalho será sempre como profissional de enfermagem, e estarás enquadrado dentro do contrato coletivo de Enfermagem Norueguês – incluindo o rendimento e os funções. Também podes ajustar alguma medicação e realizar algumas tarefas que em Protugal pro vezes só são assumidas por médicos como uma sutura. As tuas funções variam do centro em que estás a trabalhar, das pessoas com quem trabalhas, da experiência na área assim como do nível de Norueguês.

 As enfermeiras e enfermeiros europeus que trabalham na Noruega, afirmam que terás as mesmas funções técnicas que no teu país, mas com muitos mais priilégios e regalias, porque o rácio de enfermeiro/paciente é de 1 enfermeiro por casa 8 a 12 pacientes.

Lugares para trabalhares como enfermeiros na Noruega

A empresa comunicará o lugar onde vais trabalhar e o destino do mesmo antes de te instalares na Noruega. Normalmente, os constratos no início serão mais curtos, sempre no mínimo 4 semanas. Os contratos vão sendo mais longos conforme o teu desenvolvimento profissional, adaptação ao país e fluência na língua. Isto não significa que serão contratos temporários. Como a necessidade é muito alta, apenas podes passar uns dias, entre as mudanças de locais de trabalho. Quanto melhor for o teu nível de Norueguês, mais curto o tempo entre os contratos.

Em algumas ocasiões, quando o candidato tem um bom nível de Norueguês e há condições por parte do centro de trabalho, o primeiro trabalho pode ser um local estável em que permaneces mais tempo.

As ofertas que recebes depende sempre das necessidades dos centros de trabalho, e nesse sentido, é possível que existam casos em que os teus postos de trabalho preferênciais já estajam ocupados. De qualquer forma, podes comunicar a empresa com quem vais trabalhar sobre essa questão, e eles terão isso em conta.

No periodo que trocas de um posto de trabalho para outro, pode ser que passes alguns dias sem trabalhar. A tua empresa tentará que sejam tempos curtos, já que durante esse tempo não rceberás. Nesses momentos, poderás ir visitar a tua família ou aproveitar para conhecer um pouco de alguns dos sítios bonitos da Noruega.

Os centros de trabalho estão em várias localidades, em todos os pontos da Noruega. 70 % no sul, que é onde se concentra a maior parte da população. Poderás ir trabalhar para qualquer uma das partes, de modo também a que conheças diferentes lugares. Em todos os casos, custos de alojamento e gastos estarão incluídos. Para além disso, a qualquer momento, no caso de algum local não ser do teu agrado, poderás solicitar a troca, e a empresa ajudará na medida em que for possível.

Melhorando o teu nível de Noruguês e trabalhando de forma competente, terás muitas ofertas de prestação de serviços e longo duração, e em centro mais especializados. Quando está prestes a terminar o teu contrato com um centro de trabalho, te avisarão atenpadamente para que te possas organizar.

Os custos de deslocação entre localidade também são cobertos pela empresa, assim como o meio de transporte que necessitas para chegar a teu trabalho.

Com um ano de experiência como enfermeira na Noruega, e um bom domínio da língua (C1), poderás também começar a trabalhar num hospital e ter acesso a uma especialidade numa universidade norueguesa (um ou dois anos de acordo com a especialidade). Estas são todas as especializações a que podes ter acesso.

Horário e Turnos

Os turnos de trabalho são os próprios centros de trabalho que definem, respeitando sempre o contrato coletivo de trabalho, relativamente aos dias de descanso. É um sistema complexo com muitas garantias para o trabalhador. Para além disso, são um dos locais mais avançados em temas como igualdade de género, conciliação trabalho-família, etc.  A jornada de trabalho se pode distribuir em 3 turnos (em cada um dos turnos terás um horário para comer):

  • Manhã: das 7h30 às 15h3

  • Tarde: das 15h00 às 22h30

  • Noite: das 22h às 8h00

Aqui podes encontrar o link para a Lei do Ambiente de Trabalho que regula o horário de trabalho e as pausas, detalhada no artigo 10.

As horas extras, os horários noturnos e os fins de semana têm um complemento salarial, considerado a partir do salário base. Tudo alinhado com a legislação norueguesa. Terás garantidas as minimas condições tal como os enfermeiros norugueses e se pretenderes, podes te associar a um sindicato. 85% dos trabalhdores da Noruega pertencem a um grupo, mas não é obrigatório que o faças.

O salário na Noruega

O salário de um enfermeiro que trabalha na Noruega oscila em função dos teus anos de experiência, e das tuas horas trabalhadas. Em média, um enfermeiro trabalhará entre 1.500 e 1.600 horas anuais. De acordo com estas horas de trabalho, receberia um salário médio entre 305.685 e 326.064 Kr. A este valor, soma-se todos os extras realizados no horário de tarde e noite (horas noturnas) e os fins de semana. As empresas também pagam 12% do salário base bruto (considerando o ano anterior), como subsidio de férias. No total um enfermeiro/a recebe mais ao menos entre 45.000 € e 50.000 € brutos, por ano

Salário base anual + Subsidio noturno e de fim de semana + pagamento das hosras extras = 450.000 kr (45.000 € – 50.000 €)

A retenção média de impostos é de 33%. No entanto, nos primerios anos, poderás beneficiar de alguns apoios do estado norueguês, que poderás pagar menos impostos que o resto dos teus colegas. A tua situação será melhor um que noruguês local, e poderás viver comodamente proque os custos de alojamento e respetivos gastos são pagos pela empresa. O salário da função estabelecido varia consoante o contrato coletivo de trabalho, que ao longo dos anos tem melhorado. A conversão para euros dependerá também do valores das moedas a cada momento. No site do sindicato norueguês de enfermagem podes ver as tabelas salariais em vigor neste momento. Se precisares de converter Kr em euros, podes fazê-los aqui!

O teu alojamento

O primeiro bilhete de avião para a Noruega é pago pela empresa (també terás um programa de viagens gratuitas anuais para o teu país de origem). Não terás que te preocupar com nada relacionado com o alojamento. Tanto a casa, como os gastos associados à mesma (luz, àgua, gás e internet), serão pagos pela empresa, durante o periodo ativo do contrato de trabalho. Se trabalhas durante 5 anos, durantes esses 5 anos terás a casa paga, no entanto, depois deste período e assim que finalizes a ligaçao com a empresa, perderás este benefício.

Salón de un apartamento en Noruega

Todas os alojamentos cumprem as normal norueguesas. Compartilharás casa com outros colegas europeus irão facilitar a adaptação ao novo país. Terás um quarto individual e compartilharás as zonas comuns, como a sala, a cozinha e a casa de banho. A global working recomenda que vivas este tipo de experiências e acrediamos que é o espírito com que se deve enfrentar este tipo de experiências. Criar um comunidade com os teus colegas é uma experiência enriquedoram e importante para a adaptação ao novo contexto de vida e trabalho.

Cocina de un apartamento

O primeiro bilhete de avião para a Noruega é pago pela empresa (també terás um programa de viagens gratuitas anuais para o teu país de origem). Não terás que te preocupar com nada relacionado com o alojamento. Tanto a casa, como os gastos associados à mesma (luz, àgua, gás e internet), serão pagos pela empresa, durante o periodo ativo do contrato de trabalho. Se trabalhas durante 5 anos, durantes esses 5 anos terás a casa paga, no entanto, depois deste período e assim que finalizes a ligaçao com a empresa, perderás este benefício.

Quero inscrever-me

Outro Benefícios

As fèrias

As férias na Noruegas estão legisladas pelo Estado. A leis estão feitas tendo em conta o trabalhador, a empresa e a o centro de trabalho. Terás 25 dias de férias por ano (dois dias pagos por cada mês de trabalho). Se começares a trabalhar antes do dia 15 de agosto, terás 25 dias na integra, se começares depois dessa data, terás 12. Se não desfrutares de todos os teus dias de férias nesse ano, eles passam para o ao seguinte. Porém, se cancelares o contrato, perdes o direito de usufrui-los. Aqui tens a legislação relativa às férias.

Como muitos postos de substituição são oferecidos nos meses de Verão e nos feriados públicos, o primeiro ano de uma enfermeira na Noruega envolve trabalhar em Julho, Agosto e nas férias de Natal e Páscoa. No anos posteriores já existe maior liberdade para poder pedir os meses que quiseres, e a empresa gere a situação, tendado colaborar com os pedidos. Esta é a melhor altura para acumular horas de trabalho e ganhar um rendimento extra.

Em casa de doença, será a empresa a organizar a tua substituição. Com uma declaração médica, terás a justificação legal para qualquer centro de trabalho norueguês. Esta condição aplica-se quando já tens um lugar atribuido antes da situação da doença.

Subsídio de Desemprego

Esta norma aplicam-se aos cidadãos da União Europeia, do Espaço Económico Europeu (Islândia, Liechtenstein e Noruega) e Suiça, sempre que estejam a trabalhar num destes paises.

O principio da igualdades é um dos grandes valores reconhecidos por esta norma, todos os trabalhadores têm os mesmos direitos e obrigações que os cidadões que residem e lá trabalham. Por isso, quando trabalhas na Noruega, terás os mesmo direito e deveres que o norueguês.

A norma também estipula que o tempo de trabalho noutros países é tido em conta quando se solicita e se recebe benefícios. Além disso, se tiveres direito a um subsídio num país, podes continuar a recebê-lo mesmo que vivas noutro país. Isto aplica-se tanto aos subsídios de desemprego (desemprego) como às pensões de reforma.

No que diz respeito aos subsídios de desemprego, a lei estabelece que as contribuições de desemprego feitas nos países da UE e na Noruega podem ser adicionadas às contribuições feitas no país de origem. Isto significa que, se decidir regressar ao seu país, o tempo e os montantes que contribuiu na Noruega, são tidos em conta no seu subsídio de desemprego. Pode encontrar toda a informação sobre isto aqui.

Pensões de reforma

Existe uma coordenação da segurança social entre os diferentes países europeus, que permite que recebas a sua pensão de reforma para casos que tenha trabalhado em diferentes países.

Cada país que trabalhau manterá o registo até atingir a idade da reforma, pelo que lhe será paga uma pensão quando atingir a idade da reforma nesse país. Desta forma, a sua experiência na Noruega contará para a sua pensão.

Por exemplo, se tiver trabalhado 30 anos em Portugal e 2 anos na Noruega, ao atingir a idade da reforma receberá duas pensões reforma, uma pensão de Portugal pelos 30 anos de contribuições e outra da Noruega pelos 2 anos de trabalho e contribuições na Noruega.

Pode ler o site oficial da Comissão Europeia para mais informações sobre este link.

Em regra geral, as mesmas regras que regulam as pensões de reforma aplicam-se também às pensões de invalidez, viúvo/a, e órfão.

No vídeo que se segue pode descobrir todo o processo em pormenor:

Acesso ao sistema de saúde

O Sistema de Saúde na Noruega é gerenciado de forma pública, mas cada usuário financia uma pequena parte de seus tratamentos e visitas. Para além dos impostos que pagam, os cidadãos terão de pagar uma parte do custo de cada uma das suas visitas, exames e tratamentos. O máximo que cobram é mais ao menos 20€ por consulta e 220€ por ano (2.040). Este valor, na Noruega, não é muito e caso o ultrapasse, receberá um cartão gratuito (“frikort” em norueguês) com o qual terá acesso gratuito a todas as visitas que fizer ao médico e para todos os medicamentos que necessita, bem como a grande maioria dos exames.

Final do Contrato

A legislação norueguesa também contempla o tempo de aviso prévio em que a empresa (em caso de demissão), ou o trabalhador (em caso de querer sair), devem notificar para rescindir o contrato. Ambos devem notificar conforme estipulado no contrato de trabalho. Se já decidiu sair da empresa, mas ainda não terminou seu contrato, pode aproveitar esse espaço de tempo para economizar um pouco mais, preparar seu retorno ou ver tudo o que ainda não conseguiu ver na Noruega.

Se deixar o emprego voluntariamente, durante os primeiros três meses, não poderá receber nenhum subsídio, terá apenas direito a ele após esse período, caso não consiga emprego, o que dificilmente acontecerá devido à grande necessidade.

Combine Noruega e o seu país de origem

A empresa pagará as viagens Portugal-Noruega dos seus colaboradores com um programa de benefícios em relação ao tempo trabalhado. A cada dois meses de trabalho, o enfermeiro tem direito a uma viagem financiada pela empresa. Uma vez que alguns duram apenas os seis meses, aplica-se o seguinte rácio:

  • Entre 6 meses e 2 anos trabalhados: 3 viagens pagas utilizáveis ​​durante um ano
  • A partir de 2 anos de trabalho: 4 viagens utilizáveis durante um ano

Embora a maioria dos enfermeiros em Portugal vivam na Noruega a maior parte do ano, outros colegas com experiência no país e com nível C1 de norueguês preferem trabalhar lá por períodos/temporadas. Eles costumam escolher o verão e o Natal, onde a demanda dispara devido às substituições de férias. Dessa forma, eles tornam os empregos temporários em Portugal, compatíveis com o trabalho na Noruega.

A Noruega não faz parte da União Europeia, mas, estando dentro do Espaço Económico Europeu, a experiência adquirida nos centros públicos noruegueses contará como experiência profissional e para ter direito ao desemprego. É necessário recordar que em cada Comunidade Autónoma, tem os seus benefícios/ procedimentos de forma diferente. Para saber quanto é equivalente a um mês de trabalho na Noruega na sua comunidade, você pode entrar em contato com a ordem os psicólogos.

Ficaste com alguma dúvida? Contacto!